Temos desperdiçado muito tempo e recursos em estudos úteis, mas que acabam por caducar

Temos desperdiçado muito tempo e recursos em estudos úteis, mas que acabam por caducar

Numa entrevista ao Diário Imobiliário, José Rui Meneses e Castro, Administrador e Cofundador da MAP Engenharia, fala-nos sobre a sua opinião do que se pode esperar em 2021 para o mercado imobiliário, quais os desafios que se vão colocar ao setor e ainda as medidas que deverão ser tomadas.

Acredita que, em 2021, o mercado imobiliário se deverá manter globalmente estável em termos de investimento, mas o Estado deverá garantir que Portugal se mantém como um país atrativo. “Temos desperdiçado muito tempo e recursos em estudos, alguns deles até úteis, mas que acabam por caducar, que não se traduzem em conclusões implementadas. Está na hora de passar à ação!”, refere.

Ainda segundo José Rui Meneses e Castro, 2021 será para a MAP Engenharia um ano de crescimento, que estima ser na ordem dos 25%, com os sectores da educação e logística a ganharem relevância em novos contratos, a serem construídos ainda este ano.

Para ler a entrevista completa, clique aqui.